Alento

Por Rosa Dealtina Silva*

 

Penso que sou seu fôlego,

que respira,

com a minha presença;

que fala,

sem nada dizer…

 

Sinto que se revigora em mim,

que sua fadiga

eu acalmo,

enfim…

Acredito que a distância

é o que nos faz presentes;

mesmo que você

não sinta…

 

Se a sua máscara cair,

que seja longe daqui…

que, de repente,

não acorde por mim…

 

Apenas acorde, enfim…

Talvez um dia saberá

que perdeu tanto tempo,

assim…

…sem mim!

 

*Rosa Dealtina Silva é formada em pedagogia (administração escolar). Professora das séries iniciais, ensino fundamental e ensino médio. Ama filosofia, leitura, poesia e pintura. Neste espaço, ela vai compartilhar algumas de suas poesias.

** Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *