Museu de Arte de Joinville abre para visitas escolares. É só agendar!

Fazer um passeio que reúne arte, cultura e atividades ao ar livre é
uma boa maneira de motivar os alunos no início do ano letivo. 

A partir do dia 14 de fevereiro, o Museu de Arte de Joinville (MAJ) vai iniciar o agendamento das visitas para escolas públicas e particulares.

Para marcar a visita, a escola deve entrar em contato com o MAJ pelo e-mail educativomaj@gmail.com, informando a data e o horário de interesse. A equipe do museu retornará a mensagem confirmando a solicitação e enviando um formulário que deverá ser preenchido e devolvido na sequência.

“É imprescindível que as escolas solicitem o agendamento e aguardem a nossa confirmação. Com isso, nossa equipe pode se preparar para atender a todos da melhor forma”, orienta a coordenadora do MAJ, Helga Tytlik.

As visitas monitoradas duram cerca de uma hora e podem ser marcadas a partir das 8 horas (horário exclusivo para atendimentos escolares). Após conhecerem o museu, a história da casa e suas exposições, os alunos podem aproveitar os belos jardins do MAJ para o lanche ou um piquenique ao ar livre.

Construção que abriga o Museu de Arte de Joinville tem mais de 150 anos (Crédito: Divulgação Secom Joinville)

O Museu de Arte de Joinville está instalado na antiga casa do imigrante alemão Ottokar Doerffel, político atuante e criador do primeiro jornal da cidade, na segunda metade do século 19. A construção, com mais de 150 anos, é uma das mais antigas de Joinville em alvenaria e chama a atenção por seus aspectos arquitetônicos.

O MAJ fica na rua 15 de Novembro, 1.400, bairro América, e abre de terça-feira a domingo, das 10 às 16 horas. A entrada é gratuita.

Exposição 

Até o dia 30 de abril, o MAJ recebe a exposição “Agrocultura”. Assinada pelo designer e fotógrafo Daniel Machado, e com curadoria de Alena Riz Jahn, a mostra reúne fotos tiradas na área rural de Joinville, nas regiões do Vila Nova, Quiriri, Rio Bonito, Piraí e Estrada Rio da Prata, que retratam as singularidades culturais da cidade, utilizando a arte como registro e expressão do patrimônio.

De acordo com a coordenadora do MAJ, a beleza e o contexto de “Agrocultura” estão conquistando o público: “A exposição é um registro da área rural de Joinville, que grande parte da cidade não conhece. Conhecer a vida do produtor rural, sua dedicação, realidade e a origem do processo é algo marcante”.

A exposição “Agrocultura” foi realizada com apoio da Prefeitura de Jionville, por meio do Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura (Simdec).

(Por Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Joinville)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *