Prefeitura de Joinville amplia atividades do projeto de robótica para alunos de escolas municipais

A Prefeitura de Joinville, por meio da Secretaria de Educação, está ampliando o projeto de robótica para atendimento aos alunos das escolas municipais e comunidade. O projeto começou em 2017, quando funcionou como modelo piloto para o desenvolvimento da didática pedagógica. A partir deste ano, expandiu o número de estudantes e de turmas ofertadas no contraturno.

De acordo com o diretor executivo de tecnologia da Secretaria de Educação, Fernando Lopes, o objetivo é que o aluno conheça noções de construção e desenvolvimento de projetos, mas, principalmente, forme um cidadão capaz de resolver questões em várias áreas de conhecimento.

“A intenção é instigar nos alunos um senso de criticidade, de busca soluções e despertar curiosidade a partir do aprendizado que ocorre durante as atividades de robótica. É algo multidisciplinar, que pode envolver matemática, história, geografia, artes, inglês, língua portuguesa, ciências, oratória e outros mais”, afirma.

Projeto já chegou a 1.100 alunos de 25 escolas municipais de Joinville (Créditos: Divulgação Secom Joinville)

Cerca de 1.100 mil alunos de 25 escolas já participam de aulas de robótica livre, com uso da placa eletrônica de arduíno, e robótica educativa. As principais atividades ocorrem no Cesita, no bairro Itaum, e Centro XV, no Glória, com salas estruturas, mas já percorreu algumas unidades escolares.

Para ampliar ainda mais o projeto, a área de tecnologia da Secretaria de Educação prepara 10 kits que irão circular pelas escolas. “Nossa meta é que até o fim deste ano outros 1.500 alunos sejam atendidos”, revela Fernando Lopes.

Nicolas Johann Alves de Oliveira, de 12 anos, da Escola Municipal Paul Harris, frequenta o curso de robótica livre no Cesita no contraturno escolar. Ele e os outros participantes aprendem conceitos de eletrônica, automatização e programação de computador.

Ele se encantou com o que já aprendeu, como, por exemplo, programar que uma lâmpada fique piscando constantemente, entre outras atividades. “As coisas simples que eu aprendi aqui no futuro eu posso revolucionar com algo muito maior”, diz, emocionado.

As jovens Gesiele do Carmo Camargo e Lara Airoso ficaram sabendo do curso de robótica livre por meio de amigos. Juntas, elas aprenderam a programar frases que aparecem um uma placa digital. “Eu aprendi a fazer e agora entendo como são programados os letreiros de ônibus, por exemplo”, conta Gesiele.

De acordo com o instrutor Udelson Duarte, nas oficinas de robótica livre os alunos têm uma visão geral de automação e eletrônica para entender como funciona cada peça. “Damos a noção de programação e montagem de projetos”, explica.

Nas oficinas de robótica livre, os alunos têm uma visão geral de automação e eletrônica para entender como funciona cada peça

Além dos atendimentos no contraturno escolar aos alunos da rede municipal, as aulas de robótica também estão abertas à comunidade. Para saber detalhes sobre início de novas turmas, é necessário fazer contato com o Cesita (3453-2555)ou Centro XV (3489-7900).

Desde o início do projeto de robótica, a Secretaria de Educação também já capacitou 80 professores e multiplicadores de mídias das escolas municipais.

 

(Por: Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Joinville)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *