Advogada catarinense discute na Organização das Nações Unidas os direitos das mulheres no setor empresarial

A advogada catarinense e cofundadora do Compliance Women Committe, Anne Caroline Prudêncio, esteve em reunião no dia 22 de agosto com a representante da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Jae-Hee Chang, para alinhar o comitê com as diretrizes da Organização das Nações Unidas (ONU). Foram discutidos temas relativos à necessidade de mulheres em cargos de liderança nas empresas e a equidade de salários entre os gêneros.

Jae-Hee Chang e Anne Caroline Prudêncio (Foto: Divulgação)

Segundo Anne Caroline Prudêncio, sócia da Hage Compliance, a reunião ocorrida na sede da ONU, em Genebra (Suíça), foi muito proveitosa para o comitê. “Fui recebida pela Jae-Hee Chang, que é a responsável por fomentar o empoderamento de mulheres no meio empresarial e discute a agenda de mulheres com empregadores. Tivemos uma discussão muito proveitosa e agregadora”.

Um dos temas discutidos foi o fato de que as imposições legislativas de equidade não são necessariamente efetivas. É preciso que o setor privado fomente e impulsione a inserção de mulheres em cargos de liderança para que haja uma mudança cultural dentro das empresas.

O Compliance Women Committe é uma organização brasileira composta por mais de 300 mulheres profissionais do compliance que atuam nos setores público e privado, e que visa a business development, programas de mentoring, empoderamento e a sororidade do gênero feminino no meio empresarial.

 

(Por marialuiza@itpresscomunicacao.com.br)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *