Chef Willian Vieira, de Joinville, representa SC no Festival Fartura BH

 

Representando Santa Catarina, o chef Willian Vieira (Terroir Gastronomia) marca presença ensinando o público a cozinhar cogumelos no Espaço Interativo (Fotos: Divulgação)

O Projeto Fartura – Comidas do Brasil já é sucesso na capital mineira, cidade onde nasceu e se transformou na maior plataforma de gastronomia do País. Em sua 6ª edição, o evento amplia suas atividades e conta com uma semana com mais de 60 atrações que valorizam a cultura gastronômica, da origem ao prato, entre os dias 30 de setembro e 6 de outubro. De Santa Catarina, o chef Willian Vieira, do restaurante Terroir Gastronomia, é presença confirmada no espaço “Interativo” ensinando o público a cozinhar cogumelos.

Nos dias 30 de setembro e 1º de outubro haverá o Conhecimento Gastronômico nas Escolas, com uma programação exclusiva para as crianças. Já nos dias 3 e 4 de outubro, acontece o seminário “CULTIVAR: conversas sobre gastronomia da origem ao prato”, aberto ao público com o objetivo de incentivar as discussões acerca dos alimentos e reunir profissionais do setor para abordar temáticas relevantes e apresentar cases. O evento será realizado no auditório da Globo Minas.

E nos dias 5 e 6 de outubro, o tradicional Festival Fartura reúne chefs e produtores de todas as regiões do Brasil, aulas interativas, as melhores receitas para o público, além de shows e apresentações cênicas. O evento será realizado, em frente à sede da Filarmônica MG, no Barro Preto.

Poder transformador

“A gastronomia tem um poder transformador que vai além do entretenimento. Por isso decidimos ampliar as atividades para uma semana, incluindo ações que promovem o conhecimento, discussões relevantes acerca do tema e também articulando uma programação destinada ao social, com intervenções em escolas, mostrando que a gastronomia pode ser um caminho para o futuro das crianças”, explica o idealizador do Projeto Fartura – Comidas do Brasil, Rodrigo Ferraz.

Dentre a vasta programação, destaque para o fim de semana, dias 5 e 6 de outubro, quando o público terá a oportunidade de vivenciar mais uma edição do já tradicional Festival Fartura – Comidas do Brasil Belo Horizonte. São mais de 60 chefs e profissionais da gastronomia. Shows musicais e performances também fazem parte da programação artística. A participação é gratuita, mediante retirada de convite no Sympla, e é feito um chamamento para a doação de alimentos não-perecíveis (não obrigatória) na entrada do evento.

Cozinhas ao Vivo

Nos estandes do Espaço Chefs e Restaurantes, o público tem a oportunidade de apreciar pratos, petiscos e doces de importantes nomes da gastronomia do Brasil. Entre os confirmados, estão: Thiago Paraíso (Ouriço – DF), Jonatas Moreira (Akuaba – AL), Leo Magni e Liliana Andriola (Mandarinier Gastronomia – RS), Talita Viza (Alento Sorvetes – MG), Bitaca da Leste – MG, André de Melo (Seuburguer – MG), O Granulado – MG, Paulo Anijar (Santa Chicória – PA), João Lombardi (Ora Pro Nobis – MG), Mariana Gontijo (Roça Grande – MG), Luiz Miranda de Resende (Café com Prosa – MG), Ronaldo Souza e Raquel Brandão (Du Pain – MG).

Nos espaços Origem ao Prato ocorrem cozinhas ao vivo, onde o público assiste de pertinho o processo do chef na cozinha, seus segredos e truques em receitas especiais. Nesta edição, há participação de nomes como Willian Vieira (Terroir Gastronomia – SC), Juliano Caldeira (consultor gastronômico do Albanos), Eliza Fonseca (Bar da Lora – MG) e muito mais.

Aulas com degustação e Espaço Interativo

Como gastronomia também promove aprendizados diversos, o Espaço Conhecimento traz aulas com degustação, abordando cases e aspectos culturais culinária de diversos locais do país. Entre os convidados, o público poderá aprender mais com Cesar Adames (SP), Rosi Barbosa (MG), Paulo Anijar (PA), Eduardo Girão e Juliana Ustra (MG).

No Fartura, o público também tem a oportunidade de aprender com o chef no Espaço Interativo, local que conta com diversas aulas práticas. Será possível colocar a mão na massa com Willian Vieira (Terroir Gastronomia – SC), Caetano Sobrinho (Caê Restaurante e Bar – MG), Américo Piacenza (Cantina Piacenza – MG), entre outros chefs.

Produtos e Produtores descobertos nas Expedições Fartura também fazem parte das atrações do Festival e o público pode levar os mais diversos produtos e quitutes artesanais para casa.

Para deixar o evento ainda mais gostoso, acontecem shows e apresentações cênicas durante os dois dias de Festival. Os Festivais Fartura de 2019 já passaram por Belém, Brasília, São Paulo e Tiradentes. Até o fim do ano, Porto Alegre, Fortaleza e Lisboa recebem edições do evento.

Conhecimento Gastronômico nas Escolas

Algumas escolas públicas de Belo Horizonte contarão com eventos fechados para crianças e adolescentes. A ação Conhecimento Gastronômico nas Escolas ocorrerá nos dias 30 de setembro e 1º de outubro.

A intervenção conta com participação de chefs e outros profissionais do segmento que vão ensinar receitas e curiosidades gastronômicas. Apresentações culturais também integram a programação. O intuito da ação é mudar a rotina de centenas de pessoas, e promover o aprendizado, conhecimento e entretenimento por meio do poder transformador da gastronomia.

Seminário CULTIVAR

Nos dias 3 e 4 de outubro, será realizado o seminário “CULTIVAR: conversas sobre gastronomia da origem ao prato”, no auditório da Globo Minas, que reúne profissionais de diversas cidades brasileiras para discutir temáticas relevantes, com mediação da curadora do Projeto Fartura, Luiza Fecarotta.

Na quinta-feira (3), o público poderá conferir o bate-papo “Formas conscientes de servir”, que aborda como os restaurantes têm explorado as formas de servir e como isso interfere na relação com a origem dos ingredientes, no respeito ao meio ambiente e na criatividade dos cozinheiros. A sustentabilidade também será um dos assuntos, na palestra “Green Gaps”.

Já na sexta-feira (4), o dia começa com a apresentação de um estudo da Fundação Dom Cabral sobre a gastronomia como ferramenta de desenvolvimento econômico, social e cultural. A palestra “Da Cidade ao Campo” discute o movimento de êxodo urbano que está ganhando cada vez mais força; No encontro “A comida do futuro – Comer é um ato político” questiona o que e como as pessoas estão comendo e qual deve ser o comportamento de hoje para ter o que comer no futuro.

SERVIÇO:

O quê: Festival Fartura – Comidas do Brasil Belo Horizonte

Datas: 30 de setembro a 06 de outubro

Horários e locais:

30/09 e 01/10 – Conhecimento Gastronômico nas escolas – evento fechado.

03 e 04/10 – “Cultivar: conversas sobre a gastronomia da Origem ao Prato” – Auditório da TV Globo Minas – Av. Américo Vespúcio, 2045 – Caiçara.

Quinta – 03/10

10h às 11h – Abertura

11h às 12h – Negócio e gastronomia: um caso de sucesso

12h às 14h30 – Intervalo

15h às 16h30 – Formas conscientes de servir – Como os restaurantes têm explorado as formas de servir e como isso interfere na relação com a origem dos ingredientes, no respeito ao meio ambiente e na criatividade dos cozinheiros.

Mediação: Luiza Fecarotta – Curadora gastronômica do Projeto Fartura

Presença de César Costa (Corrutela – SP), Viviane Gonçalves (Chef Vivi – SP) Gabriella Barreto (Chou e Futuro Refeitório – SP) e convidados.

16h30 às 17h30 – Green Gaps – Um estudo sobre percepções e hábitos relativos à sustentabilidade.

Érica Campbell – Diretora de Digital Consumer Experience da Electrolux – América Latina.

Sexta – 04/10

10h às 11h30 – A gastronomia como ferramenta de desenvolvimento econômico, social e cultural: apresentação de pesquisa da Fundação Dom Cabral e case da APEGA (Peru).

11h30 às 13h – Da cidade ao campo – Por que pessoas têm trocado a esfera urbana pela rural e como isso resulta num estilo de vida mais sustentável?

Mediação: Luiza Fecarotta – Curadora gastronômica do Projeto Fartura

Presença de Claudio Ruas e Amana Castelo Branco (Casal Gastrô – Resende Costa, MG), Rene Seifert (Pão da Casa -Colônia Witmarsum, PR) e convidados.

13h às 14h30 – Intervalo

15h às 16h30 – A comida do futuro – Comer é um ato político: como o que comemos hoje interfere no que vamos comer amanhã.

Mediação: Luiza Fecarotta – Curadora gastronômica do Projeto Fartura

Presença de Alessandra Luglio (nutricionista – Sociedade Vegetariana Brasileira), Hans Eberhard Aichinger (gerente na área de turismo e produção de Alimentos e Bebidas do Senac MG), Valter Palmieri Jr (economista) e Marcos Livi (A Ferro e Fogo, Dona Inah e A Vida é PANC – São Paulo, SP).

05 e 06/10 – Festival Fartura BH – Sábado, das 12h às 22h. Domingo, das 12h às 20h. Rua Tenente Brito Melo – Barro Preto.

Programação: http://bit.ly/FarturaBH2019

Retirada de convites: http://bit.ly/FarturaBH2019_Convites

OBS.: A participação é gratuita, mediante retirada de convite pelo www.farturabrasil.com.br. Os convites serão liberados diariamente, visando um equilíbrio na retirada dos mesmos e impedindo o esgotamento total dos convites em um mesmo dia. É feito um chamamento voluntário para a doação de alimentos não-perecíveis na entrada do evento.

www.farturabrasil.com.br

facebook.com\farturabrasil

instagram.com\farturabrasil

SOBRE A PLATAFORMA FARTURA – COMIDAS DO BRASIL

A Plataforma Fartura – Comidas do Brasil tem o objetivo de mapear a cadeia produtiva da gastronomia, a fim de disponibilizar conhecimento ao público – em forma de conteúdo e experiência – e criar conexões entre os integrantes dessa cadeia.

As Expedições Fartura são viagens que já percorreram mais de 77 mil km em todo o território nacional levantando as histórias, personagens, ingredientes e receitas. Foram mais de 264 cidades visitadas e cerca de 600 fontes entrevistadas. O conhecimento é transformado em conteúdo e disponibilizados no site e redes sociais (Facebook e Instagram), vídeos, livros, programas de rádio e em projetos customizados.

A celebração do projeto são os Festivais Fartura, onde há o encontro entre produtores, chefs e estudiosos da gastronomia com o público. Nos eventos – que já acontecem em Belém, Brasília, Porto Alegre, São Paulo, Tiradentes, Belo Horizonte, Fortaleza e também fora do Brasil, em Lisboa – é possível adquirir conhecimento, aprender receitas, conhecer histórias, comprar produtos e, claro, experimentar os pratos dos mais renomados chefs de todo o país. Até 2018, os festivais serviram 285 mil pratos, realizaram 2.700 atividades gastronômicas e 1.130 culturais; foram 4.700 profissionais de gastronomia envolvidos para servirem um público de mais de 770 mil pessoas.

Entre outros prêmios, a Plataforma Fartura – Comidas do Brasil recebeu o second runner-up em Inovação em Turismo, da United Nation World Tourism Organization.

 

(Com informações de Mayra Lopes| Doizum Comunicações)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *