Corrida Mulheres na Pista reabre inscrições com vagas extras em Joinville

Prova será realizada no dia 30 de junho, às 7 horas, em frente ao Laboratório Ghanem Mulher.

A organização da Corrida Mulheres na Pista reabriu as inscrições da prova com vagas extras na noite da última quarta-feira (12) para quem havia perdido os primeiros lotes para a prova. Mas é preciso correr, porque as vagas são limitadas. Mais de mil mulheres já garantiram a participação no evento, que será realizado no próximo dia 30 de junho, às 7 horas, em frente ao Laboratório Ghanem Mulher, em Joinville. As inscrições podem ser feitas no www.mulheresnapista.com.br.

A corrida terá percursos de 3,5k de caminhada, 3,5k e 6k de corrida, corrida kids para crianças com idade entre quatro e 13 anos – elas percorrerão distâncias entre 50 metros e 300 metros, conforme a idade – e participação das adeptas do kangoo jump e do projeto Pernas Solidárias, que colocou mulheres condutoras e cadeirantes para participar da prova.

“Nossa intenção ao propor a prova era tirar as meninas de todas as idades de dentro de casa. Era trazer mulheres que correm muito ou pouco, as que não correm e as que querem começar a praticar algum tipo de atividade para a nossa corrida. Estamos muito felizes pelo nosso evento ter sido tão bem aceito”, considera a jornalista Carolina Spricigo, uma das fundadoras do Mulheres na Pista, um portal de notícias sobre corrida de rua.

Especializado no atendimento à mulher, o Ghanem Laboratório, que integra a Dasa, vê no evento uma oportunidade de disseminar boas práticas e hábitos que previnem doenças e proporcionam um estilo de vida saudável. “Um evento voltado só para mulheres é algo inspirador. Nós do Ghanem Mulher apoiamos e incentivamos a população feminina de Joinville a ter hábitos de vida mais saudáveis. Queremos cada vez mais empoderar e informar nossas mulheres sobre escolhas e atitudes conscientes. É um prazer ser parceiro nessa iniciativa” conta a diretora médica do Ghanem Laboratório, Myrna Campagnoli.

Percurso inédito em Joinville

A Corrida Mulheres na Pista terá percursos de 6k de corrida e de 3,5k de corrida e caminhada e um percurso inédito que sairá em frente ao Laboratório Ghanem Mulher, na Rua Lages. Na distância de 6k, a prova passará pelas ruas Benjamin Constant, Marquês de Olinda, Max Colin, XV de Novembro e Orestes Guimarães. Já o percurso de 3,5k passará pelas ruas XV de Novembro, Max Colin, Timbó e pela Rua Blumenau. “Queríamos fazer algo diferente de tudo o que Joinville já teve. Por isso uma prova especial para as mulheres, com percurso inédito e uma programação pré-prova muito interessante”, explica Fernanda Gabriella Lüttke, também do Mulheres na Pista.

Ação social: arrecadação de alimentos, gorros e lenços para a Rede Feminina

Uma parceria da organização da corrida firmou uma parceria com a Rede Feminina de Combate ao Câncer de Joinville. A intenção é convidar as atletas inscritas a doarem alimentos não perecíveis durante a retirada do kit. Além disso, lenços (para a cabeça) e gorros também são doações muito bem-vindas. Todos os produtos arrecadados serão destinados à associação, que montará cestas básicas e entregará às cerca de 15 famílias carentes das mulheres que estão se tratando do câncer.

“Desde que imaginamos essa prova, tínhamos a proposta de nos envolvermos e apoiarmos uma causa social bonita como essa. Fernanda (Lüttke) perdeu a mãe dela para um câncer de mama há 15 anos, e certamente também por causa disso essa parceria é ainda mais especial. Se de alguma forma pudermos ajudar alguém que passa por esse período tão difícil, o nosso evento já terá valido a pena”, considera Carolina Spricigo.

Para Fernanda Lüttke, o apoio à Rede Feminina de Combate ao Câncer é uma oportunidade de fazer o bem e de deixar o coração mais leve. “Convivi diariamente com a doença e sei o quanto é sofrida. Penso que se pudermos juntar forças para ajudar essas famílias que estão precisando de carinho, afeto, amor, vamos, de alguma maneira, levar ainda mais esperanças a elas. Essa é uma das formas que encontramos de transformar o mundo à nossa volta. Contamos com a ajuda de todas para que a iniciativa seja um sucesso”, ressalta.

Sobre o Mulheres na Pista

O Mulheres na Pista (www.mulheresnapista.com.br) nasceu em 2011, quando a jornalista Carolina Spricigo começou a correr, e foi convidada pelo professor Juliano Pereira, da 42K Assessoria Esportiva, para participar da primeira prova. Quando chegou no trabalho (o jornal A Notícia), contou para a Fernanda (Lüttke) sobre o convite. Ela disse que se interessava em participar da prova também e intensificou os treinos. O então editor-chefe do jornal sugeriu a criação do blog para podermos contar sobre a nossa preparação e sobre nosso desempenho na corrida. Como jornalistas, também poderíamos fazer matérias que ajudariam as pessoas que também gostam de praticar corrida, mas que não tinham tanto acesso à informação. “Em menos de um dia escolhemos o nome, fizemos fotos e começamos essa super história que só nos traz ótimas experiências e nos proporciona corridas inesquecíveis”, contam.

Carol e Fernanda são “gente como a gente”: que trabalha todos os dias, que faz compras no mercado, que lava roupa, que cuida da casa e da família. Fernanda tem um cachorro e dois gatos e Carol tem marido e filho pequeno. “Apesar de todos os compromissos, dedicamos um tempinho todos os dias para cuidar da nossa saúde. Fazemos academia para fortalecimento muscular e treinamos. Nossos leitores se identificam conosco justamente por isso. Porque a gente também rala e não recebe nada de graça. Sua muito para atingir os objetivos”, considera Fernanda.

“Incentivamos as pessoas – magras, gordinhas, corredores velozes ou mais vagarosos – a treinar. A começar com a caminhada ou correndo menos distâncias. A intercalar corrida e caminhada numa prova, a sair do sofá e tomar uma atitude, como fizemos. No fim, um chama o outro e nosso grupo de amigos está cada vez maior”, relatam.

Sobre o Ghanem Laboratório

Fundado há quase cinco décadas, o Ghanem – laboratório da Dasa, está presente em cinco municípios catarinenses: Balneário Camboriú, Garuva, Itapoá, São Francisco do Sul e Joinville onde encontra-se o “Ghanemzinho”, que é a marca que atende as famílias com crianças; o “Laboratório Popular”, que oportuniza preços diferenciados com a Qualidade Ghanem; o Ghanem Mulher, uma unidade de atendimento laboratorial com um ambiente acolhedor e especializado no atendimento exclusivo e carinhoso para as mulheres e gestantes. O Ghanem Laboratório oferece exames laboratoriais, atuando em Análises Clínicas; Biologia Molecular/Genética; Check-ups; Análise da Composição Corporal (Bioimpedância); Testes de Paternidade/Irmandade; Drogas de Abuso e em exames de laboratório para a Medicina Ocupacional.

(Por Carolina Spricigo Comunica)

1 Comentário

  1. Evy Abrahão disse:

    OLá. Fiquei muito interessado pelo seu post.Vou acompanhar ! Seu blog é TOP. Este tipo de conteúdo tem me agregado muito conhecimento.Grato !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *