Fabricio Callabari Ballet Studio apresenta espetáculo de dança “A Pequena Sereia” em Florianópolis

Apresentações ocorrem nos dias 7 e 8 de dezembro (sexta e sábado), às
20h30, no Teatro Governador Pedro Ivo, na Capital. Ingressos estão à venda.

O Fabricio Callabari Ballet Studio apresenta nos dias 7 e 8 de dezembro (sexta-feira e sábado), às 20h30, no Teatro Governador Pedro Ivo, em Florianópolis, o espetáculo de dança “A Pequena Sereia”. Com passos de balé, jazz e dança urbana, a versão coreografada narra o clássico da literatura infantil publicado pelo escritor dinamarquês Hans Christian Andersen em 1837 e que ficou famoso também no teatro, na TV e no cinema, especialmente pela animação dos estúdios Disney (1989).
A sexta grande produção do coreógrafo Fabricio Callabari encerra as atividades deste ano da escola da Lagoa da Conceição, reunindo o recorde de 100 alunos entre quatro e 48 anos para interpretar em 90 minutos a história da princesa Ariel, uma jovem sereia que se apaixona por um príncipe humano e, num acordo com uma bruxa para trocar sua cauda por pernas, perde a voz que o encantou.

Ingressos estão à venda

As poltronas não são numeradas e as entradas podem ser adquiridas nas bilheterias dos teatros Ademir Rosa, Álvaro de Carvalho e Governador Pedro Ivo por R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia). Já a compra antecipada pelo valor único promocional de R$ 35 deve ser feita até o dia 6, junto aos alunos ou no FCBS, na Rua Manoel Severino de Oliveira, n° 395, na Lagoa da Conceição.
“A Pequena Sereia” tem apoio da loja Lilica & Tigor do Beiramar Shopping, da Secretaria de Estado da Administração e da Fundação Catarinense de Cultura (FCC).

Espetáculo “A Pequena Sereia” terá cenário com efeito submerso

Além de cenários e figurinos criativos, a montagem recorre a efeitos especiais para reportar o ambiente marinho onde se passa a aventura da sereia Ariel, do peixe Linguado, do caranguejo Sebastian, da gaivota Sabidão, da bruxa Ursula e do príncipe Eric. “Tentei reproduzir detalhes ao máximo nos figurinos, adereços, cabeças, acessórios e iluminação para dar às pessoas a impressão que realmente estarão vendo as profundezas do oceano”, conta o diretor.

Para causar esta percepção, serão projetadas sobre o linóleo luzes em variações de azul, verde e roxo – cores do figurino da personagem-título. Nas laterais do palco, painéis pintados à mão pelo grafiteiro Pedro Teixeira, o Driin, com participação do elenco, darão a sensação da profundidade de uma caverna. Já no fundo do tablado estará um navio de cinco metros de comprimento feito pelo carnavalesco Paulinho Trindade, que também confeccionou os demais adereços.

As cerca de 150 roupas idealizadas por Callabari e costuradas por Solange Ferreira da Silva consumiu cerca de 200 quilos de tecidos, couro, penas, escamas, paetês e pedrarias. “Imaginei todas as coreografias e o figurino de Ariel já pensando na falta de mobilidade que ela teria. O efeito especial, que todos os anos é esperado pelo público, será a transformação da cauda da sereia em pernas”, diz ele, que assina 16 dos 20 momentos coreografados – três são de Luiz Prada e um de Bruno Quadros.

Segundo o conto original de Andersen, Ariel não fica com Eric, morre e se transforma em espuma do mar. No desenho da Disney, ela já como humana se casa com ele, mas não antes de lutar para recuperar a voz possuída pela bruxa. Na adaptação de Callabari, é o príncipe quem destrói a feiticeira. “Achei muito sexista esta questão de que, se ela não tivesse a voz que o encantava, ele não ficaria com ela. Ele tem de amá-la pelo que ela é, não pelo que ela tem”, explica.

Ficha técnica

> Concepção, produção e direção: Fabricio Callabari
> Coreografia: Fabricio Callabari, Luiz Prada e Bruno Quadros
> Personagens: Laís Marinho de Araujo (Ariel), Mariah d’Àvila (Linguado), Luiz Prada (Sebastian), Mateus Bechi (Sabidão), Jill Tietbohl de Moraes (Ursula) e Fabricio Callabari (Príncipe Eric)
> Figurino: Fabricio Callabari e Solange Ferreira da Silva (confecção)
> Maquiagem: Júlia Ávila e Andrey Martins
> Cenografia e adereços: Paulinho Trindade e Pedro Teixeira (Driin)
> Iluminação e apoio técnico: Leonardo Nascimento e Lucimar Schurhaus
> Fotografia: Nefhar Borck
> Realização: Fabricio Callabari Ballet Studio
> Duração: 90 minutos
> Recomendação etária: livre

Serviço

O quê: espetáculo de dança “A Pequena Sereia”
Quem: Fabricio Callabari Ballet Studio
Quando: 7 e 8 de dezembro (sábado e domingo)
Horário: 20h30
Onde: Teatro Governador Pedro Ivo, Florianópolis
Quanto: R$ 70 e R$ 35 (meia e ingresso antecipado)
Vendas: bilheterias dos teatros Ademir Rosa, Álvaro de Carvalho e Governador Pedro Ivo, FCBS e alunos
Informações: (48) 3771-2136 ou www.facebook.com/fcballetstudio

 

(Por Marcos Reichardt Cardoso)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *