Neste sábado tem nova ação da campanha #MãosQueDoam, da Frada, para ajudar animais e protetoras

Haverá novamente confecção e venda de plaquinhas de identificação na segunda ação da campanha

A segunda ação da campanha “#MãosQueDoam – Doar é Sempre um Ato de Amor”, lançada em março pela Frente de Ação pelos Direitos Animais (Frada), ocorre neste final de semana em Joinville. Atividades serão realizadas durante todo o sábado, 13 de abril, na Agropecuária Manchester, localizada na rua Alexandre Döhler, 179, Centro. O objetivo é ajudar cães e gatos resgatados e protetoras independentes.

Haverá espaço para a doação de ração para cães e gatos, de alimentos humanos, de remédios e de recursos financeiros (em dinheiro ou cartão de crédito/débito). No local também serão feitas a confecção e a venda de plaquinhas de identificação, além de desconto especial na compra da ração DAL PET para doar à Frada e feira de adoção de filhotes.

A primeira etapa da campanha ocorreu no dia 23 de março, também na Manchester, com estes resultados: seis filhotes adotados (gastos de R$ 270,00 com vacinas), doação de 91 quilos de ração para cães, de 63 quilos de ração para gatos e R$ 188,00 em plaquinhas e doação em dinheiro.

Durante todo o ano

A campanha “#MãosQueDoam – Doar é Sempre um Ato de Amor” será realizada durante todo o ano, como parte da programação que marca uma década de fundação da Frada – a ONG foi criada em junho de 2009 por Ana Rita Negrini Hermes, eleita vereadora em 2016.

“A iniciativa busca incentivar os joinvilenses a doar ração, alimentos, materiais de limpeza e recursos financeiros para repassar às dezenas de miniabrigos de animais existentes em Joinville. O material de divulgação da campanha mostra a necessidade de estender a mão para doar e se conectar às pessoas que disponibilizam seu tempo e muitas vezes todos os seus recursos em prol de animais abandonados e vítimas de maus-tratos”, explica a presidente da Frada, Liliane Lovato.

Arte divulgação Frada

Abandono

Segundo Liliane, em dez anos de atividades, a Frada viu aumentar consideravelmente o abandono de cães, gatos, cavalos e outros animais em Joinville. O problema se tornou tão grave que passou a ser considerado de saúde pública. Por que isso acontece? Para a presidente da Frada, esta realidade é resultado de uma série de fatores, entre eles, a falta de conscientização das pessoas que adotam ou compram animais sem planejamento.

“Quando ocorre qualquer alteração na vida dessas pessoas, como mudança de imóvel, gravidez, separação e até mesmo viagens, os animais adquiridos por impulso são abandonados, pois não são prioridade na vida delas”, constata Liliane.

Somado a esse tipo de atitude, a presidente da Frada também aponta que as ações mínimas de controle populacional de animais por parte do poder público, a não criminalização do abandono e a falta de recursos para ações efetivas no atendimento das denúncias só fazem agravar a situação.

Acumuladoras

Com o abandono cada vez maior de animais em todas as regiões da cidade, surgiram as protetoras independentes. O problema é que muitas delas viraram acumuladoras e acabaram criando miniabrigos de cães e gatos em suas casas.

Sem estrutura adequada e com muitos gastos, essas protetoras e os animais resgatados por elas acabam passando necessidades. Por isso a decisão da Frada de realizar a campanha. 

Agende-se:

O quê: ação da campanha “#MãosQueDoam – Doar é Sempre um Ato de Amor”, da Frada.

Quando: 13 de abril, sábado, das 9 às 17 horas.

Onde: Agropecuária Manchester (rua Alexandre Döhler, 179 – Centro).

Como ajudar: doação de ração para cães e gatos, de alimentos humanos, de remédios e de recursos financeiros (em dinheiro ou cartão de crédito/débito).

Atividades no local: confecção e a venda de plaquinhas de identificação, desconto especial na compra da ração DAL PET para doar à Frada e feira de doação de filhotes.

Mais informações: www.facebook.com/fradajoinville/?ref=br_rs

(Por jornalista Albertina Camilo / Assessora voluntária da Frada. Foto: Divulgação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *