Acordo põe fim à obstrução na Câmara de Joinville

 A sessão mais longa dos últimos anos foi encerrada nesta segunda-feira (11), após acordo dos vereadores quanto à composição das comissões, fechado na noite deste domingo (10). “Trabalhamos, inclusive no domingo, e tivemos bastante conversa com os blocos, para que houvesse um consenso”, disse o presidente da Câmara Cláudio Aragão (MDB).

Iniciada na segunda-feira da passada (4), a sessão esteve suspensa em vários momentos entre a segunda e a quarta-feira (6), até a declaração de obstrução na terça (5), por Maurício Peixer (PR), líder do bloco parlamentar formado pelos partidos PR, Solidariedade, PSC, PSDB e PSB.

Peixer explicou que a obstrução foi necessária porque os vereadores não tinham sido convidados para decidir a formação das comissões, mas que agora “graças a Deus houve um entendimento, o que é melhor para a cidade e para a Câmara, que deve cumprir seu papel de forma independente”.

Questão de ordem

 A sessão pôde ser concluída nesta segunda (11) depois que o vereador Pelé, também do PR, retirou verbalmente a questão de ordem que deu origem à obstrução.

Na terça-feira (5), o vereador Pelé, do PR, queixou-se da inclusão do PR no bloco, com base em documento da executiva estadual do partido. O presidente, vereador Claudio Aragão (MDB) acatou o documento e declarou o PR fora do bloco.

Após discussões sobre a permanência ou não do partido, o líder do bloco, o vereador Maurício Peixer, declarou obstrução. Como o bloco tem, formalmente, 11 vereadores, não há quórum para votações como a da própria composição das comissões.

O bloco parlamentar conta com 11 vereadores, o que assegurava maioria na composição das comissões, que deve ser feita na primeira sessão do ano. As comissões são os principais espaços de debate dos projetos de lei na Câmara.

Outro bloco foi formado, pelos partidos MDB, PDT e Pros, com sete vereadores. O grupo foi anunciado na terça (5) e assegurava uma cadeira a esses partidos nas comissões de três membros. O líder do segundo bloco é o vereador Mauricinho Soares (MDB).

Com os dois blocos criados, a minoria da CVJ era composta formalmente apenas pelo vereador Fabio Dalonso (PSD).

(Por Imprensa Câmara de Joinville)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *