Pesquisa de Demanda Turística é aplicada em nove cidades da Costa Verde & Mar pelo quarto ano consecutivo

Pesquisa de Demanda Turística

Avaliação será realizada nas cidades de Balneário Piçarras, Balneário Camboriú, Bombinhas,
Camboriú, Itajaí, Itapema, Navegantes, Penha e Porto Belo entre os meses de janeiro e março.

Pesquisa de Demanda Turística

Além de apontar o perfil do turista, pesquisa foca nos serviços e infraestrutura local

Pesquisa de Demanda TurísticaO que os visitantes mais gostam da região? O que os turistas acham que deveria melhorar na Costa Verde & Mar, em Santa Catarina? Estas e outras perguntas serão respondidas através da Pesquisa de Demanda Turística. A avaliação será realizada nas cidades de Balneário Piçarras, Balneário Camboriú, Bombinhas, Camboriú, Itajaí, Itapema, Navegantes, Penha e Porto Belo. A pesquisa será aplicada entre os meses de janeiro e março, para abranger o grande fluxo de visitantes da temporada de verão.

Como funciona a Pesquisa de Demanda Turística

Realizada através da parceria entre a Entidade Intermunicipal de Turismo Costa Verde & Mar e os municípios da região, a pesquisa irá apontar qual é o perfil do turista, o que motivou a sua viagem e o tíquete médio diário. Os participantes irão responder uma avaliação com foco nos serviços e infraestrutura local. A análise contará com coleta de dados nas praias e atrativos turísticos. Em dias de chuva, a pesquisa será realizada nos centros comerciais.

Avaliação norteia atividades

Este é o quarto ano consecutivo que os municípios da região da Costa Verde & Mar realizam a Pesquisa de Demanda Turística. A avaliação realizada na temporada de verão 2017/2018 apontou que 98% dos visitantes da alta temporada recomendaram e pretendiam retornar. A presidente do colegiado de secretários de Turismo da Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí (Amfri), Zene Drodowski, explica que os dados vão além de apenas servirem de raio-x da temporada de verão. “As informações norteiam nossas atividades anuais, principalmente no sentido de aprimorar as condições dos itens apontados com necessidade de melhoria pelos entrevistados”, relata.

 

(Por Oficina das Palavras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *