Filme joinvilense “Receita de Amor” estreia dia 25 no Cine Uniplex, no Cidade das Flores

Curta de 25 minutos foi produzido em Joinville e tem no elenco Flávio Galvão, Claudiane Carvalho, Fabíola Bernardes e grande elenco.

Uma superprodução em curta metragem estreia em Joinville no dia 25 de fevereiro. O filme “Receita de Amor”, um curta metragem dirigido por Ebner Gonçalves, foi vencedor no Edital de Apoio à Cultura – Simdec (Sistema Municipal de Apoio à Cultura) por meio do Mecenato 2017.

O curta, com duração de 25 minutos, foi produzido em Joinville e conta com atores consagrados, como Flávio Galvão e Claudiane Carvalho, além de participações especiais como da comunicadora e influenciadora Fabíola Bernardes.

Dirigida e roteirizada pelo artista visual, filmmaker e roteirista Ebner Gonçalves, a obra utiliza de uma narrativa verossímil em que relações afetivas entre os personagens se desenvolvem na plataforma da “sociedade da solidão”, intermediada pela tecnologia.

“Ângela é uma mulher recém-separada com uma filha adolescente e com dificuldades para poder se manter. Ela decide gravar um depoimento na web, encorajada por um programa de televisão. Sem saber que estava gravando ao vivo, se torna celebridade instantânea e vê suas vidas serem transformadas por meio das redes sociais”, resume o diretor.

O evento de pré-lançamento está agendado para o Cine Uniplex do Shopping Cidade das Flores, na segunda-feira, 25 de fevereiro, às 21h15. Após a estreia em Joinville, “Receita de Amor” será legendada para o inglês, para que possa participar de todos festivais de curta metragem, no Brasil e no exterior, nas plataformas digitais de filmes de mesmo gênero e minutagem.

Ebner Gonçalves

Ebner Gonçalves nasceu em Porto Alegre (RS). Em 1987 iniciou sua carreira como fotógrafo profissional, atuando posteriormente em estúdios de publicidade até migrar para a fotojornalismo factual, empresarial/documental. Hoje atua como artista visual, filmmaker e roteirista.

Trabalhou na grande mídia catarinense e em revistas nacionais. Com larga experiência internacional, como documentarista de empresas catarinenses no exterior, produziu banco de imagens corporativo para grandes marcas, como Embraco e Tigre.

Em 2005 começou a atuar na área do audiovisual, por meio de experimentos e participação de festivais em São Paulo. Atualmente realiza a produção e direção do Programa “Rádio Universidade”. Em 2013, roteirizou, produziu e dirigiu o filme de ficção, intitulado “A noiva de Tarantino”, realizado por meio do fomento municipal Simdec-Mecenato. Um filme com cenas de ação, explorando novos conceitos de experimentalismo, com produção impecável. O filme atingiu grande repercussão local, comparecendo em seu lançamento mais de 400 pessoas, apenas na primeira exibição. Recentemente o filme foi lançado em blue-ray e legendado (inglês), seguindo o caminho dos festivais nacionais e internacionais.

O elenco principal

Flavio Galvão

Flávio Galvão nasceu na capital paulista e na década de 70 apareceu na TV TUPI e seu primeiro papel foi em “Hospital”, novela de Benjamim Cattan. Nessa novela trabalhava também Elaine Cristina, sua esposa. Depois disso fez ainda “O Preço de um Homem”, para a TV TUPI, mas depois passou para a TV Globo, no seriado importante da época: “Vila Sésamo”. Flávio Galvão fez: “A Volta de Beto Rockfeller”; “Divinas e Maravilhosas”; “O Machão”; “Meu Rico Português”; “Um Dia, a Amor”; “Éramos Seis”; “Salário Mínimo”; “Dinheiro Vivo”. Passou então para a TV Bandeirantes, para a TV Cultura, e para o S.B.T. Além disso atuou em filmes, pois Flávio Galvão era um bom ator, além de ter bela figura masculina. Fez os filmes: “Senhora”; “Excitação” ; “Gabriela”; “Além da Paixão”. Em 1984, Flávio Galvão foi para a TV Globo e conheceu o verdadeiro sucesso. Fez: “Amor com Amor se Paga”; “Corpo a Corpo”; “Cambalacho”; “O Outro”; “Olho por Outro”; “Tieta do Agreste”; “Araponga”; “Escrava Anastácia”; “Grande Pai”, “Sonho Meu”; “Irmãos Coragem”; “Quem é Você”; A Indomada; “Corpo Dourado”; “Força de um Desejo”; “Porto dos Milagres”; “Quintos dos Infernos”. Ator de sucesso e respeito, em resumo essa é a biografia de Flávio Galvão.

Claudiane Carvalho

Claudiane Carvalho foi formada pelo Centro de Pesquisa Teatral (CPT), coordenado por Antunes Filho, bailarina (Clássico, Flamenco e Pole Dance) e graduada em Letras (Português/Inglês/Espanhol/Tupi – USP). Pós-graduada em Ciências Humanas (Teatro Brasileiro) pelo Instituto Internacional de Ciências Sociais. Estudou interpretação para televisão na escola de Wolf Maya, além de participar de workshops com o grupo TAPA e com os diretores Luiz Antônio Rocha, Luciano Sabino, Ignácio Coqueiro, Miguel Rodrigues, Roberto Lage, Francisco Medeiros, Jair Assunção e André Garolli. É formada em canto popular pela Escola de Música e Tecnologia (EM&T). Integrou o Ap 43 (Grupo de Pesquisa em Cinema para o Ator), coordenado por Nara Sakarê e a o Núcleo Criativo de TV e Cinema Take a Take, coordenado por Miguel Rodrigues.

Atuou nos seguintes espetáculos: “Amor por Anexins” (1997 a 2000), “Seis Personagens à Procura de um Autor” (2000), “O Defunto” (2001), “A Casa de Bernarda Alba” (2002 – 2003), “Luar sobre o Caribe” (2004), “Fogo Cruel em Lua-de-Mel” (2007 e 2008), “Perfídia Quase Perfeita” (2010), “Neny Hotel Inn” (2010), Romeu e Julieta (2011), “Sussurros” (Mostra de Teatro Contemporâneo promovida pelo SESI/SP em 2011), “Solilóquios de Shakespeare” (2013 e 2016) e “O Orgulho da Rua Parnell” (2017). Integrou o elenco da web série “Mulheres de Cássia” (2014), direção de Hermano Leitão e do longa-metragem “O Inferno de Cada Um” (2015) do mesmo diretor. Participou também do longa-metragem “Do lado de Fora” (2014) de Alexandre Carvalho. Atuou em vários curtas-metragens como “O Som dos seus lábios”, “Canção para eternidade”, “11:23:11”, “Dúdú e o lápis cor da pele” e nas novelas “Amor e Revolução” (2011), “Carrossel” (2012) e “Chiquititas” (2013 e 2014) no SBT.

(Por Júlio Franco)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *