Maria Cristina Dias

26 de Maio de 2020

Tecer, bordar e nos curar

Por Maria Cristina Dias* A vida sempre tem momentos de incertezas. Às vezes incertezas maiores, às vezes menores. Às vezes tempos curtos, às vezes tempos longos. […]
22 de Maio de 2020

Ora, ora, mas por quê?

Por Maria Cristina Dias* Tempos de crise costumam nos trazer todo tipo de desafios e sentimentos. Medo, insegurança, coragem, indignação, solidariedade… Sobretudo, tempos de crise nos […]
12 de Maio de 2020

Braço esticado para enxergar

Por Maria Cristina Dias* Há uns anos, a visão começou a falhar. A leitura ficou cansativa, as letras insistiam em ficar menores e o que antes […]
25 de março de 2020

Uma vida vale muito – 5 mil, 7 mil vidas valem muito mais

Por Maria Cristina Dias* No final de maio de 1940, as tropas aliadas viviam um momento dramático na área de Dunquerque, ao Norte da França. A […]
17 de dezembro de 2019

Olhar Passarinho – Árvores de lembranças

Por Maria Cristina Dias*  Tempos de Advento, tempos de olhar para dentro de si, de reflexões. Hora de montar a árvore, de arrumar a casa, de […]
9 de outubro de 2019

É só um minutinho

Por Maria Cristina Dias* Colocar-se no lugar do outro é algo que deveria fazer parte da nossa rotina. Todos os dias escolher um momento, nos desprender de nossas […]
28 de setembro de 2019

Um olhar para o outro

Por Maria Cristina Dias* Ele estava ali, daquele jeito de sempre, aparentemente meio apressado, um tanto desatento, seguindo seu caminho. Dava bom dia, boa tarde, trocava […]
26 de agosto de 2019

Cenas de amor em um domingo de inverno

Por Maria Cristina Dias* Era um domingo de inverno, destes gelados, com o céu muito azul e um ar límpido que permite que a gente se […]
19 de agosto de 2019

A arte de perceber o que está à sua volta

Por Maria Cristina Dias* Cansei de ouvir as pessoas dizerem que a gente tem que seguir a própria intuição. E sempre me questionei o que é […]
7 de agosto de 2019

Desaparecer é pior que morrer

Por Maria Cristina Dias* “Como uma pessoa desaparece na década 30 e não deixa rastro… não me conformo”, dizia-me um cliente que tenta montar o quebra-cabeça […]